sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Sex Shop Gaúcha vende calcinhas comestíveis sabor charque


Após o sucesso das camisinhas sabor churrasco e sabor erva-mate, a sex shop Gaúcha, Amor Gaúcho lança uma novidade exclusiva. São as calcinhas comestíveis sabor charque.

A novidade já é sucesso entre os bagual de Vacaria, Santana do Livramento e Uruguaiana, que aproveitam para matar a fome enquanto dão prazer para suas prendas.

- Já vendemos mais de mil calcinhas em todo o Rio Grande do Sul - afirma o proprietário da sex shop, Marcelo Richter.

De acordo com psicólogos ligados ao estudo do cérebro Gaúcho durante o sexo, as calcinhas remetem os viventes aos idos tempos das estâncias, onde o charque era uma das refeições favoritas.

- Quando o vivente arranca a calcinha da prenda com os dentes e a come, ele se sente nos tempos da Revolução Farroupilha onde o macho era a figura mais exaltada - disse o historiador, Alberto Macedo.

Richter, proprietário da sex shop, concorda com o argumento do historiador e acrescenta alguns detalhes:

- Antigamente os Gaúchos colocavam a carne entre a sela e o cavalo. Com o calor gerado entre o atrito da sela e o cavalo era feito o charque. Hoje, no verão, a calcinha funciona da mesma maneira - afirmou.



Fonte: O Bairrista

Nenhum comentário:

Postar um comentário