quinta-feira, 20 de março de 2014

Os 10 maiores serial killers da história

erial killers (assassinos em série) são psicopatas altamente periculosos. Cometem crimes com uma certa frequência e geralmente com o mesmo modus operandi. E embora não façam bem nenhum para a sociedade, muitos deles ficaram na história pelo número de assassinatos.
Conheça nessa lista os 10 maiores serial killers de todos os tempos, em número de mortes.
Serial killer

10. Bruno Lüdke

País: Alemanha
Anos em Atividade: -
Vítimas Provadas: 51Vítimas Possíveis: 86
Doente mental, foi descoberto pela polícia nazista junto a um cadáver e foi declarado pela mesma como insano e submetido a experiências médicas antes de ser executado em 1944. O caso ainda permanece controverso, visto que a ligação aos crimes foi obtida através de confissões por intermédio de tortura.

9. Anatoly Onoprienko

País: União Soviética/Ucrânia
Anos em Atividade: 1989 a 1996
Vítimas Provadas: 52
Vítimas Possíveis: 52+
Conhecido como “A besta da Ucrânia”, ele escolhia uma casa, atirava em todos os moradores (incluindo crianças) e ateava fogo no local. Qualquer um que tivesse o azar de cruzar com o assassino enquanto ele executava suas vítimas também era morto.

8. Andrei Chikatilo

País: União Soviética/Ucrânia
Anos em Atividade: 1978 a 1994
Vítimas Provadas: 53
Vítimas Possíveis: 56
Matava e canabalizava suas vítimas (a maioria crianças) que encontrava em estações de trem ou terminais de ônibus. Arrancava e fervia mamilos e testículos de suas vítimas.

7. Yang Xinhai

País: China
Anos em Atividade: 2000 a 2003
Vítimas Provadas: 67
Vítimas Possíveis: 67
Entrava na casa de suas vítimas enquanto elas dormiam e as matava com instrumentos como pás, machados e martelos.

6. Gary Ridgway

País: Estados Unidos
Anos em Atividade: 1982 a 2000
Vítimas Provadas: 71
Vítimas Possíveis: 90+
Meticuloso e especialista em enganar a polícia, escolhia prostitutas, moradores de rua e meninas que fugiam de casa. As estrangulava, mutilava e deixava sinais de rituais macabros.

5. Javed Iqbal

País: Paquistão
Anos em Atividade: 1996 a 1999
Vítimas Provadas: 74+
Vítimas Possíveis: 100+
Violou, estrangulou e colocou ácido em várias crianças. Após ser detido, assumiu a culpa da morte de 100 vítimas. Enforcou-se na prisão.

4. Pedro Rodrigues Filho

País: Brasil
Anos em Atividade: 1967 a 2003
Vítimas Provadas: 75
Vítimas Possíveis: 100+
Começou a matar aos catorze anos e seguiu matando durante grande parte de sua vida. Hoje, acumula dezenas de homicídios, incluindo o do próprio pai, sendo que 47 pessoas foram mortas dentro dos presídios pelos quais passou. Detido em 2011 por porte ilegal de armas.

3. Daniel Barbosa

País: Colômbia, Equador
Anos em Atividade: 1974 a 1986
Vítimas Provadas: 72
Vítimas Possíveis: 150
Assassinado na prisão. Selecionava jovens meninas pobres e alegava ser estrangeiro pedindo ajuda para entregar uma maleta de dinheiro para uma igreja distante. Oferecia parte do dinheiro como recompensa e atraía as vítimas para a floresta, onde estuprava e depois estrangulava suas vítimas.

2. Pedro Alonso Lopez

País: Colômbia, Peru, Equador
Anos em Atividade: 1969 a 1980
Vítimas Provadas: 110
Vítimas Possíveis: 350+
Conhecido como “O Monstro dos Andes”, matava meninas entre 8 e 13 anos. Foi libertado após cumprir 20 anos de pena máxima no Equador e nunca mais foi visto.

1. Luis Garavito

País: Colômbia
Anos em Atividade: 1990′s
Vítimas Provadas: 138
Vítimas Possíveis: 400+
Conhecido como “La Bestia”, Gavarito atraía crianças pobres, camponeses ou crianças de rua entre 8 e 16 anos. Após ganhar a confiança delas, as atraía para um lugar remoto para estuprar, cortar a garganta e eventualmente desmembrar as crianças.


Fonte: Site Mistérios do Mundo

Leia mais em http://misteriosdomundo.com/os-10-maiores-serial-killers-da-historia#ixzz2wY4Aca3S

Nenhum comentário:

Postar um comentário