sábado, 31 de maio de 2014

Os intelectuais da burrice: Universitário da idiotice promovem “Xereca Satânica” nas dependência da universidade com desvalorização e da mulher

Xerecas Satânicas Produções apresenta: O reinado dos idiotas intelectuais da burrice

Festa na UFF de Rio das Ostras (Foto: Reprodução/Rede social)
Crânio humano foi usado em suposto ritual de
 magia negra em festa na UFF de Rio das
Ostras
(Foto: Reprodução/Facebook)
“Uma mistura de ritual satânico com filme de terror pornográfico”, assim um servidor da Universidade Federal Fluminense, que não quis ser identificado, descreveu o evento chamado “Xereca Satânik”, que aconteceu nas dependências da instituição de ensino no último dia 28 de maio. O evento reuniu dezenas de pessoas, muitas das quais se evadiram do local ao se dar conta da natureza do evento. “Uma mulher, ao menos parecia ser uma mulher, costurou a vagina de outra, com uma bandeira do Brasil enfiada”, afirmou o servidor. O evento ocorreu no Polo Universitário de Rio das Ostras da UFF, local deveras adequado, haja vista o nível indigente da educação brasileira.

É triste ver estudantes universitários, que deveriam estar se empenhando para um futuro melhor para o Brasil, que deveriam estar lá aproveitando a oportunidade que tiveram que poucos tem estão só gastando a vaga de alguém que provavelmente mereceria mais que vocês e ofendendo a dignidade de toda uma nação. Foda-se seu ponto de vista, como disse acima, sou a favor de muitas causa revolucionárias, mas isso, é ofensivo.

Como em diz de festa entre alguns alunos nas universidade, parece que pode acontecer tudo o que é proibido pela Constituição e Código Penal Brasileiro, e aparenta que a direção das universidade deixa todos a vontade e entrega o prédio para os alienados anarquistas e rebeldes sem causa fazerem o que bem querem, só depois do fato cair na imprensa e redes sociais que a reitoria da Universidade Federal Fluminense, em Rio das Ostras, na Região dos Lagos do Rio, que permitiu a festa dos anarquista inimigos do Estado de Direito, anunciou nesta sexta-feira (30), que vai abrir sindicância urgente para investigar denúncias sobre uso de drogas e álcool no pólo da unidade. Denúncias também relataram orgias e rituais satânicos no evento, divulgado nas redes sociais com o título de "Xereca Satânik - A Festa", em que foram convidadas mais de duas mil pessoas.

Em outras fotos mulheres aparecem nuas num suposto ritual de magia negra, inclusive, com uso de um crânio humano. Um estudante da instituição, que pediu para não ser identificado, contou que as bebidas alcoólicas usadas na festa ficaram armazenadas dentro do novo anexo da UFF.

20"A festa ocorreu ao lado do prédio novo chamado multiuso. O diretor do pólo permitiu o armazenamento de bebidas dentro da universidade. O uso de drogas é praticamente liberado. Precisamos de uma intervenção urgente", disse.

Imagens registradas por alunos durante a festa que aconteceu na última quarta-feira (28), mostram mulheres mascaradas e nuas. Em uma delas, a ginetária de uma mulher estaria sendo costurada.

Não venho aqui com discursos religiosos, nem essas idiotices, mas na boa... Gostaria de entender qual o problema mental de vocês? Se isso é ser satânico vocês ofendem até o próprio satã que nem existe.

Lembre-se de uma coisa, sendo integrantes de uma universidade, vocês se tornam a elite intelectual do país e seja lá como vocês chamem isso, protesto, putaria, bando de vadia escrota querendo aparecer, esse alienados mentidos a intelectuais denigrem a imagem de estudantes universitários comum, se tem gente que estuda em Federal e sobre preconceito, é por causa de pessoas como vocês. Quero entender pessoal: Se pra vocês quem concebe o certo e o errado são moralistas escrotos; logo vocês consideram que ser moralista é ser escroto, isso significa que vocês colocam isso como algo errado; se vocês colocam isso como algo errado, vocês estão concebendo um certo e um errado; se vocês criticam e acusam o errado, vocês estão sendo moralistas. Se não há moral, qual é o problema em ser moralista? vocês deveriam ser liberais em aceitar nós religiosos criticando e humilhando suas atitudes, afinal se não há moral pra vocês, também não há erro em humilhar ou criticar ninguém, sejam coerentes por favor e aceitem a diversidade.

Festa na UFF de Rio das Ostras (Foto: Reprodução/Rede social)O reitor da UFF, Roberto Salles, informou à reportagem do G1 que além da abertura de uma sindicância, proibiu os diretores do pólo de se pronunciarem sobre as festas que acontecem dentro da instituição. Concluiu, afirmando que todas as informações serão apuradas e os responsáveis punidos.

Infelizmente a maioria das Universidade publicas no Brasil é sem moral e entidade que facilita a safadeza de anarquistas de merda que usam parte da entidade para o uso de drogas, orgias, prostituição, e tudo o que os rebeldes sem causa acham que pode fazer dentro de um prédio publico que eles pensam que são deles e tem o apoio indireto da Direção que libera.

Isso é ação de movimento Feminismo? Te garanto que isso não é. Luta pela liberdade sexual? Também acho que não, então que porra vocês são?? Desculpa a palavra, mas vendo cenas como essas, o que sinto é simplesmente nojo, vocês tem que lembrar que concordando ou não, achando que quem coloca regras é um moralista escroto? Isso é uma puta queimação de filme para a própria UFF.

12Antes que me chamem de Coxinha, direitista escroto, ou o que quiserem, digo que não sou, sou a favor da legalização da maconha, união civil LGBT (não casamento), acredito que todas essas bandeiras devem ser respeitadas e futuramente irão. Mas lembrem-se, tudo tem limites, ofender toda uma sociedade, e denegrir a imagem de um coletivo por ações solitários ou por parte de um coletivo menor aparentemente sem causa, é vergonhoso, lembrem-se, um dia a maioria, ou pelo menos alguns de vocês terão filhos, vão achar isso bonito? Serão os futuros caretas e vão sentir prazer em mostrar uma nojeira dessa para um filho, para um neto? Rebeldes sem causa, que desrespeitam até religiões como o Satanismo com essa sátira que de satanismo não tem nada, é vergonhoso, e não me venha com essa de que o objetivo era chocar, chocante é o tanto de gente que morre, o tanto de pessoas que não tem os direitos básicos, o estado que está nosso pais, isso que vocês fazem, é apenas ofensivo.


O que me contenta é saber, que felizmente ninguém leva esse tipo de pessoa a sério, a esquerda, a direita, o centro, os play-pobres do rolezinho, vocês são escória, e graças a 'Deus Estado alienante' nunca terão uma representatividade política, uma influência real, detenção dos meios de produção ou uma posição digna na sociedade, sempre serão o resto, o lixo, a escória, o trabalhador não respeita, o elitista não respeita, nem o PSOL respeita.

Que tristeza ver as pessoas despejando ódio gratuito dessa maneira. Qual a diferença que a existência dessas pessoas, a higiene ou não-higiene delas, faz na sua vida? Absolutamente nenhuma. Julgar as pessoas desprovidas de inteligência e senso crítico pela aparência, é no mínimo ops, burrice. Chamar essas pessoas de escória, o que tem de pior na sociedade? Sabe de nada, inocente.

1



Confira abaixo as fotos:
2345678910111314151617181921222425262728

Fonte: Blog do Gari Martins da Cachoeira
Com G1
http://martinsogaricgp.blogspot.com.br/2014/05/os-intelectuais-da-burrice.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+BlogDoGariMartinsDaCachoeira+(Blog+do+Gari+Martins+da+Cachoeira)

2 comentários:

  1. Que isso cara, o que está acontecendo?
    Acredito que todos tem direito de se divertir, mas isso já está indo longe demais, não pode ser que todo mundo concorde com isso, fiquei meio feliz em ver que algumas pessoas não quiseram ficar, significa que não são todos que concordam com isso.
    Bom, de qualquer forma é inacreditável que isso acontece, mas acredito que nada vai acontecer aos responsáveis como sempre.

    ResponderExcluir
  2. Aqui em Uberlandia não é diferente, tinha aqui na UFU (Universidade Federal de Uberlandia) uma aluna do curso de Ciencias Sociais - F.B.M. Ex-prostituta e soro positiva para o virus HIV. que aproveitava as festas de inicio de ano e calorada, para disseminar sua doença para aqueles pobres desavisados, numa orgia descarada dentro da propria universidade. E dizia que aquilo era sua liberdade de expressão.

    ResponderExcluir