sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Dez diferenças entre Católicos e adeptos da Teologia da Libertação

Aqui citarei apenas 10 diferenças gritantes entre Verdadeiros Católicos e os adeptos da Teologia da Libertação, que se dizem católicos, porém negam todos os ensinamentos da Igreja, negam dogmas, negam a moral católica, não obedecem aos legítimos pastores, e tantas coisas que fazem com que estejam desligados da verdadeira Igreja.

Obviamente, existem muito mais diferenças entre as duas "religiões", porém, citarei aqui as principais, para que muitos que estão desinformados sobre o assunto, não caiam na lábia desses falsos profetas, e saibam reconhecer um quando o encontrar, o que não é nada raro hoje em dia. 

Teologia da Libertação é herética, seus seguidores são apóstatas, são excomungados, como provarei neste artigo. Seguem a doutrina marxista [comunista], e tentam de todas as formas conciliar a doutrina católica com ela, sem nenhum êxito, pois é como querer misturar água e óleo. A doutrina comunista segue o marxismo ateu, ensinado por Karl Marx, um inimigo da religião. É dele aquela famosa frase: "A Religião é o ópio do povo." Aí podemos começar a entender o motivo da teologia da libertação ser incompatível com a Fé Católica. Pode uma arvore má dar bons frutos? Até hoje esta frase bíblica continua mostrando sua legitimidade, podemos responder facilmente a esta pergunta, e não é muito difícil entender isso. 

Espero que através deste artigo os leitores do blog, desinformados a respeito deste grande inimigo da Igreja, a teologia da libertação, possam conhecer melhor este joio que está entre nós, e que será arrancado e lançado ao fogo o dia que a Ira de Deus cair sobre nós.

1° Diferença: 


- Verdadeiros Católicos: Creem que a Eucaristia é verdadeiro corpo e sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo sob as aparências de pão e vinho, instituído na última ceia para a nossa Salvação. Creem que a primeira missa foi o calvário, e que a cada dia, em toda Santa Missa se renova o sacrifício de Cristo na cruz pra a nossa redenção e perdão de nossos pecados. Por isso eles tem verdadeiro zelo pela Santa Missa, seguem os documentos católicos onde está expressamente proibido utilizar cálices ou âmbulas com materiais pobres, gostam de oferecer o melhor para Deus. Por que sabem que a Santa Missa é um culto a Deus e não o culto ao homem.



- Adeptos da TL: Creem que a Santa Missa é um "banquete", uma "refeição" onde os "irmãos" se unem para "partilhar" o pão, repartir com o irmão. Não creem que é o sacrifício de Cristo, creem que a Missa é para as pessoas se sentirem bem, portanto dispensam todo tipo de parâmetros, cálices e ambulas de ouro, altar digno. Para eles o cálice pode ser até de latão ou madeira, ou até mesmo em copos descartáveis, o Santíssimo não interessa, o que importa é o povo "se sentir bem" onde está, e não se sentir "ofendido" com o ouro oferecido a Deus. 



2° Diferença: 


- Verdadeiros Católicos: Seguem a doutrina social da Igreja a respeito de política. Não são de esquerda, por que sabem que isso constitui excomunhão ipso facto, ou seja, automática. Lutam pelo Reinado de Nosso Senhor Jesus Cristo, e procuram não votar em candidatos que são contra a Moral Católica e que apoiam a promiscuidade.



- Adeptos da TL: São de esquerda, amam Che Guevara,  votam em candidatos de esquerda, PT, PSOL, com bandeiras vermelhas, que são a favor de milhares de atrocidades, inclusive aborto e homossexualismo. Para o adepto da TL, isso simplesmente não tem importância alguma, pois para ele o que interessa são os "direitos do cidadão", o direito a pecar, o direito de ser a favor do homossexualismo, do aborto, etc.


3° Diferença:


- Verdadeiros Católicos: São absolutamente a favor da Moral Católica ensinada pela Santa Igreja e por tantos santos. Se posicionam a favor da castidade, do matrimônio legítimo, contra o homossexualismo, aborto, eutanásia etc. Ou seja, são católicos!



- Adeptos da TL: Não que a maioria seja, ou que todos sejam, mas possui muitos membros que são homossexuais convictos e que encontraram "dentro da Igreja" uma maneira de viver a promiscuidade e "ser católico" ao mesmo tempo, se é que me entendem. São promíscuos, não guardam a castidade, vão a boates, bailes, apoiam o homossexualismo, o aborto, a eutanásia, para eles o que a Igreja ensina sobre isso não faz sentido algum, pois não obedecem o que está determinado nos documentos ou pelos Santos, para eles, são apenas "opiniões", querem ter direito de "opinião" dentro da Igreja. (Vide: Padre Beto).



4° Diferença: 


- Verdadeiros Católicos: Creem na Hierarquia da Santa Igreja, que é uma monarquia. O Papa, legítimo sucessor de São Pedro, é o chefe visível da Igreja, cardeais são nomeados pelo pontífice, arcebispos, bispos, párocos vigários etc. Isso é importante para manter a ordem dentro da Igreja, onde ninguém é dono da doutrina, mas somos fiéis a doutrina imutável deixada por Nosso Senhor Jesus Cristo. Ninguém tem autoridade para ensinar novidades, ou doutrina própria, e sim obedecer aos ensinamentos deixado por nosso Senhor.


- Adeptos da TL: Todos são iguais perante eles, são anárquicos, acham que qualquer um tem o direito de expressar suas idéias (dentro da Igreja), são contra a hierarquia. Negam o primado de Pedro, dizendo que ele foi como qualquer outro apóstolo.

5° Diferença: 


- Verdadeiros Católicos: Leem livros de Santos doutores: São Tomás de Aquino, Santo Afonso de Ligório, São Francisco de Sales, Santa Teresinha do Menino Jesus etc. Leem os documentos da Igreja Católica para conhecer melhor a doutrina e servir nosso Senhor, leem o catecismo, leem a bíblia com a interpretação da Santa Igreja e são fiéis a ela.


- Adeptos da TL: Leem Karl Marx, Leonardo Boff, e todo tipo de escritos dos comunistas, seus heróis não são os santos e sim revolucionários. Alguns santos da Santa Igreja eles pegam como exemplo deturpando completamente sua vida, dizendo que foram comunistas, anárquicos como eles, como por exemplo São Francisco de Assis, a vítima da Teologia da Libertação, que nunca foi infiel a Santa Igreja. Citam os santos [fora do contexto, com mentiras], somente quando convém a eles.



6° Diferença: 


- Verdadeiros Católicos: Como citado acima, creem que a Missa é sacrifício, e portanto obedecem as normas Litúrgicas.



- Adeptos da TL: Não obedecem as normas litúrgicas, badernam a Santa Missa, que mais parece um terreiro de macumba.

7° Diferença: 


- Verdadeiros Católicos: Lutam por uma sociedade em que Reine Nosso Senhor Jesus e suas leis morais. Lutando contra o aborto, homossexualismo e tudo o que destrói o matrimônio. Não votam em candidatos que são a favor destas coisas citadas acima, bem como a favor de qualquer coisa que vá contra a moral católica.


- Adeptos da TL: São revolucionários, baderneiros, saem para as ruas fazer baderna, lutando contra toda doutrina católica, com bandeiras vermelhas, dizendo que estão a favor do povo, enquanto apoiam partidos de esquerda, que são declaradamente anticatólicos, abortistas etc.

8° Diferença: 


- Verdadeiros Católicos: Se vestem com modéstia, para lutar pela castidade enquanto solteiros, casados, consagrados etc. Mulheres usam o véu na Santa Missa, em respeito à casa de Deus.


- Adeptos da TL: Detestam qualquer coisa que lembre a tradição da Santa Igreja e o que ela representa para a sociedade. Detestam o véu, zombam, dizem que o que importa é o coração. E que a Igreja "evoluiu", "modernizou".

9° Diferença: 


- Verdadeiros Católicos: Defendem a Santa Tradição da Igreja, entendem da história da Igreja e consegue reconhecer o Espírito Santo de Deus agindo na Igreja. Tem consciência de que a doutrina da Igreja é imutável, que a verdade não é relativa. O que foi dogma ontem, é hoje e será amanha, ou seja, a verdade do passado nunca muda, pois Deus é perfeito, é eterno e nunca muda.

- Adeptos da TL:  Falam mal do que a Igreja foi no passado, dizem que foi opressora, falam mal das cruzadas, da inquisição, criticam a posição da Igreja a favor da pena de morte em determinados casos [ate hoje o é]. Acham que a verdade muda com o tempo e que a Igreja precisa "se converter" e "se aproximar dos pobres". Mesmo tendo tantas provas e historiadores afirmando que a Igreja Católica é a maior instituição de caridade do mundo [e numa época que não existia teologia da libertação].

10° Diferença: 


- Verdadeiros Católicos: Sabem que pobres sempre existirão na terra. (Mt XXVI, 11a) e aqui todos nós sofremos e temos que lutar pela nossa salvação. Nunca existirá uma vida perfeita aqui na terra, por que nosso Senhor mesmo afirmou: : "Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim."(João XV, 18,21). Portanto lutam, sofrem neste mundo e fazem caridade por que sabem que Deus se encontra no próximo. A Caridade do católico é para mais agradar nosso Senhor, nosso sumo bem. Os Verdadeiros Católicos lutam para conseguir a pobreza de espírito, que é o desapego aos bens deste mundo, por que sabem que ninguém pode servir a dois senhores, e devemos nos contentar com o que Deus nos dá, sendo pobres, ou tendo uma condição social melhor. Sabem que o que Deus condena é o apego às riquezas e não as riquezas em si, como bem disse São Francisco de Sales, doutor da Igreja:

"Grande diferença há entre ter o veneno e ser envenenado. Quase todos os farmacêuticos possuem muitos venenos pra diversos usos de seu ofício, mas não se pode dizer que estejam envenenados porque têm o veneno em suas farmácias. Assim também podes possuir riquezas sem que o seu veneno natural penetre até tua alma." (Filotéia, Introdução à Vida Devota - pag. 197-198, ed. Vozes de bolso)¹. 

- Adeptos da TL: Acham que podem fazer um paraíso na terra, onde todos devem viver bem e não devem sofrer. Acham que "roubando" dinheiro dos ricos, e dando aos pobres é uma boa maneira de acabar com a pobreza, abominam pessoas ricas, como se elas fossem odiosas aos olhos do Senhor [coitados, não devem conhecer a vida de Santa Edwirges, ou como faz todo TL, ignora]. Para eles os ricos na Igreja não tem vez, a não ser que possam roubá-lo. Como bem ensinava Karl Marx, o 'santo' padroeiro deles. E a frase acima de São Francisco de Sales? Bem os santos doutores não são importantes para os adeptos da TL, para eles todos são "pensadores" e podem ter suas opiniões pessoais (dentro da Igreja), e isso foi mera opinião de São Francisco de Sales (sic).

Considerações finais:


Como bem podem ver os adeptos da teologia da liberação são muito piores que os próprios protestantes. Como bem disse São Pio X"Os piores inimigos da Igreja estão dentro dela mesma." A TL é a própria destruição da fé católica. Não é preciso explicar muito o motivo desta afirmação, basta ler o artigo todo para perceber o motivo de todo TL estar excomungado da Santa Igreja e não fazer parte dela, mesmo que estejam infiltrados  em tantos movimentos, e sendo até padres católicos legitimamente ordenados. Eles se desligaram da verdadeira fé, saíram da Igreja quando a negaram.

CAIAFARSA

Fontes:
1 - Filotéia, Introdução à Vida Devota - pag. 197-198, ed. Vozes de bolso.

Fonte:
http://pensamentosdedeuss.blogspot.com.br/
Blog O Segredo do Rosário
http://osegredodorosario.blogspot.com.br/2014/08/dez-diferencas-entre-catolicos-e.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário