São Paulo - Se fosse o Dia das Crianças na Venezuela e você quisesse comprar, por exemplo, uma simples boneca Barbie, ela sairia por quase 200 dólares.
Esse é só um exemplo de como a desvalorização do bolívar, a moeda oficial do país, corroeu o poder de compra dos venezuelanos. 
Os preços surreais de itens básicos foram registrados por uma série de imagens da Reuters, com o valor de cada um dos produtos convertidos para o dólar.
A cotação oficial da moeda venezuelana é de 6,3 bolívares para cada dólar americano. Isso faz com que o salário mínimo do país, de 4.251 bolívares, fique por volta de 675 dólares. 
Parece um bom valor, mas, segundo a agência de notícias, a cotação está para 100 bolívares o dólar no mercado negro. E esse é o valor que vários importadores e lojas usam como guia para os preços.
Ou seja: na verdade, o salário do venezuelano vale apenas 42,5 dólares. Comprar itens que não tenham os preços controlados pelo governo é quase uma missão impossível.
No Brasil, cada dólar vale cerca de R$2,43, na cotação atual.
Confira, a seguir, alguns dos preços surreais da Venezuela.