domingo, 8 de fevereiro de 2015

Cartas que costumam ser usadas por quem defende o governo atual no escândalo do Petrolão

Guy Franco

image

Em meio a um dos maiores escândalos de corrupção do país, algumas pessoas ainda tentam livrar o governo da responsabilidade na crise da Petrobras. Quem até o ano passado não ficava um dia sem falar de política, hoje prefere o silêncio ou compartilhar vídeos de músicas em suas páginas pessoais. Alguns ainda se arriscam a falar alguma coisa sobre o Petrolão e tentam defender ou passar um pano no governo atual. Para isso, algumas cartas costumam ser usadas:

MAS NEM TUDO É ROUBO
Toda vez que um oponente usar a carta 88 BILHÕES de rombo na Petrobras, você poderá revelar a carta MAS NEM TUDO É ROUBO. Se o oponente tiver poder de ingenuidade maior que 5, tomará 3 pontos de dano. Do contrário, a incompetência na administração da estatal ficará exposta. Sendo assim, toda vez que o oponente atacar você sofrerá 1 ponto extra de dano e terá de sacrificar uma carta da mão.
image

NUNCA SE INVESTIGOU TANTO
Enquanto sua devoção ao governo for menor que 7, a carta NUNCA SE INVESTIGOU TANTO não pode ser usada. Quando a carta entra no campo de batalha, o oponente com menos dados sobre o escândalo de corrupção na Petrobras perde 2 pontos de vida enquanto você ganha 2 pontos de vida. No início de sua etapa final, você pode exilar a carta NUNCA SE INVESTIGOU TANTO. Se fizer isso, denúncias engavetadas de irregularidades desde 2009 na refinaria Abreu e Lima e emails internos de ex-funcionários da Petrobras não causarão danos em você.
Reajam aos boatos. Sejam claros. Travem a batalha da comunicação” - ROUSSEFF, Dilma
image

CRISE INTERNACIONAL
Previna todos os danos de combate que seriam causados neste turno (como dados que mostram as maiores empresas de petróleo do mundo se reerguendo depois de um período turbulento) revelando a carta CRISE INTERNACIONAL. A criatura equipada com a carta CRISE INTERNACIONAL tem resistência ao ranking de consultoria IHS, que mostra que apenas a Petrobras acumula queda de valor de mercado entre 2009 e 2014.
image

DESDE O GOVERNO FHC
No começo da jogada, tire a carta de criatura FHC do cemitério. Anule os ataques lançados ao Petrolão jogando parte da responsabilidade do escândalo no governo FHC, época em que Paulo Roberto Costa começou a ocupar cargos de diretoria na Petrobras. A carta DESDE O GOVERNO FHC anula a responsabilidade em cima do governo Lula e Dilma. Como custo adicional para conjurar a magia DESDE O GOVERNO FHC, sacrifique duas cartas de criatura do tipo petista que tiver em mãos.

MAS E A SABESP?
Magia de contra-ataque retórico. Transforma qualquer denúncia envolvendo autoridades do PT - de compras fraudulentas à distribuição de propina - em ataque à SABESP (excluindo administração dos recursos de água de outros estados da região Sudeste). Quando a carta MAS E A SABESP? entrar no campo de batalha, escolha também outros 2 escândalos do governo Alckmin para desviar o foco do Petrolão.

NUNCA SE ROUBOU TÃO POUCO
No início de sua manutenção, coloque um marcador de desespero sobre você e adicione 1 ponto à sua reserva de cara de pau. Agora toda vez que o oponente atacar, coloque no campo de batalha 2 cartas do cemitério de escândalos de corrupção de governos passados usando valores irreais (354 bilhões, 1 trilhão, etc). Vale também usar dados sem nenhum valuation.
image

COM AÉCIO SERIA PIOR
Magia de contra-ataque. Se a presidente Dilma for jogada contra a parede no campo de batalha, revele a carta COM AÉCIO SERIA PIOR.

“Aquele sorrisinho irônico” - Anônimo

SOMOS TODOS CULPADOS

Quando suas fichas de argumento acabarem, revele a carta SOMOS TODOS CULPADOS no campo de batalha para dividir os danos de combate com todos os oponentes. Ninguém pode bloquear, esquivar, ser encantado ou revelar provas de envolvimento de parlamentares ou empreiteiros no escândalo da Petrobras. Cada jogador deve sacrificar uma criatura da mão. Quando SOMOS TODOS CULPADOS entra no campo de batalha, cada oponente perde X pontos de vida, sendo X seu grau de devoção ao partido que votou na última eleição.
“Cada um de nós tem um dedão na lama. Afinal, quem de nós não aceitou um pagamento sem recibo para médico, deu uma cervejinha para um guarda ou passou escritura de casa por um valor menor?”- SEMLER, Ricardo

MANIPULAÇÃO DA MÍDIA
Quando a carta MANIPULAÇÃO DA MÍDIA entra no campo de batalha, a criatura alvo que você controla ganha imunidade contra novas denúncias no escândalo do Petrolão veiculadas na imprensa. Toda vez que você for confrontado com novas provas, poderá alegar que a mídia é golpista e manipuladora. Vale dizer também que a mídia deveria ser democratizada. Se fizer isso, o oponente menos informado perderá 2 pontos de vida. Do contrário, adicione 2 pontos de cara de pau em você. Provas documentadas, depoimentos de ex-diretores e qualquer outro documento apreendido pela Polícia Federal não causam dano em você.
“Ficamos assim: tudo o que a imprensa falar da Petrobras é falso” - SADER, Emir.

Siga-me no Twitter (@GuyFranco)


Fonte: Yahoo Notícias
https://br.noticias.yahoo.com/blogs/guy-franco/cartas-que-costumam-usadas-por-quem-defende-o-184133200.html

Um comentário:

  1. Encantamento 4/4?
    Feitiço 4/4?
    Mágica instantânea 4/4?

    Esse cara entende de Magic o mesmo tanto que entende de política...

    ResponderExcluir