quinta-feira, 9 de abril de 2015

McDonald's da Venezuela serve mandioca em vez de batata frita

Estoques terminaram no início da semana e lojas da rede de fast food tiveram de improvisar

Rede de fast-food McDonald's
McDonald's: sem batatas fritas na Venezuela(Luciano Amarante/VEJA)
A subsidiária venezuelana do McDonald's começou a servir mandioca frita como acompanhamento principal de seus hambúrgueres devido à escassez de batatas fritas no país. "O McDonald's Venezuela está trabalhando para resolver essa situação pontual de distribuição. Seguimos brindando a experiência McDonald's com acompanhamentos 100% venezuelanos como mandiocas fritas e 'arepas' (um tipo de pão) frescas", afirma em comunicado a diretora de comunicações da Arcos Dourados, franquia da empresa americana na América Latina e no Caribe, Sonia Ruseler.
Além dos dois 'novos' produtos, a rede também tem oferecido iogurtes, sorvetes ou saladas aos clientes. "Não temos batatas fritas desde o início de janeiro. Servimos as que estavam no estoque', disse uma funcionária do McDonald's que não quis ser identificada e afirmou não saber quando o item retornará ao menu.
No final do ano passado, os McDonald's japoneses sofreram um problema similar e limitaram as vendas de batata frita devido a um atraso no fornecimento do produto, algo que ocorreu por causa de greves nos portos dos Estados Unidos. A Venezuela também recebe batatas colhidas em fazendas americanas.
Questionada via e-mail, Ruseler não respondeu essa era causa da escassez. Outra possibilidade seria um problema com a entrega de divisas para importar o produto congelado por parte do governo venezuelano.
Na Venezuela, existe um controle de câmbio que garante ao Estado o monopólio na compra e venda de moedas. Os valores são taxados pelas autoridades de acordo com o uso do dinheiro.
A situação econômica do país, com uma queda de receita de 30% por causa da crise dos preços do petróleo, reduziu a entrega de dólares às empresas importadoras por parte do Executivo.
No entanto, a ausência de batata frita não tem desestimulado os clientes da rede de fast food, que hoje faziam fila nas lojas visitadas pela EFE. Em uma delas, inclusive, a mandioca também tinha se esgotado. Quem também não parece preocupado pela situação é um dos principais concorrentes do McDonald's, o Burger King. "Motivos para sorriso: as batatas fritas", escreveu em seu perfil no Twitter o Burger King da Venezuela.
(Com EFE)


Fonte: Site da Revista Veja
http://veja.abril.com.br/noticia/economia/mcdonalds-da-venezuela-serve-mandioca-em-vez-de-batata-frita/

Nenhum comentário:

Postar um comentário